ACADEPOL

Academia de Polícia Civil “Del. Luiz Glaysman Alves de Oliveira

Mil novecentos e setenta e seis, o início da nossa honrosa missão, formar com perícia os policiais, a sociedade ansiava por nós! Faça-nos nossos os versos do ilustre colega policial que compôs o Hino da Acadepol, versos estes que define muito bem qual e o nosso dever? Completamos 35 anos de história e conquistas na busca incessante de formamos policias valorosos com ideais de Justiça, Paz e Proteção, como o nosso próprio símbolo nos ensina. Educar para o trabalho! Este é o nosso lema e nunca uma frase teve tanta veracidade em teor como esta, a Acadepol vem ao longo dos anos cumprindo a sua honrosa missão, “rompendo barreiras, revendo a lição”.

Antes mesmo de muitos que hoje compõem o quadro efetivo da Polícia Civil rondoniense, viessem a acalantar o sonho de se tornarem policias a Acadepol já vinha por construir os alicerces de uma Polícia forte e atuante, já que somos fruto de uma Acadepol que foi criada no dia 27 de agosto de 1976, afinal, quem nunca sonhou em ser policial quando criança? A busca de um ideal de sociedade fraterna, unida e que respeita os seus cidadãos começa com a ideia de polícia e do que é polícia? O tempo passa, as pessoas passam, as épocas mudam, as sociedades se renovam e as instituições ficam, principalmente aquelas que estarão presentes para sempre em nossas vidas. Acadepol com certeza é uma delas, não pelos coordenadores, instrutores, diretores e alunos, mas sim por todos os que compõem a instituição Polícia Civil, com suas ideias, valores e pensamentos.

“Avante! Avante! Avante Polícia Civil, paladinos da ordem e do bem de Rondônia e do nosso Brasil”. É o que diz a nossa canção! Afinal, juramos: Observar e fazer rigorosa obediência a constituição; às leis e regulamentos do país; desempenhar nossas funções com lealdade e exação; com desprendimento e correção; com dignidade e honestidade e considerar como inerente a nós a reputação e a honrabilidade do organismo policial que passamos a servir, prometemos! Ao final deste parágrafo podemos concluir que os únicos profissionais que podem conseguir desempenhar suas funções de forma tão briosa defronte a árdua tarefa de ser um agente da lei e das agruras que encontramos pela frente, somos nós mesmos: Policiais civis.

Aos nossos heróis do presente, os nossos cumprimentos, aos nossos heróis que tombaram no cumprimento do dever o nosso eterno agradecimento.

“Somos incansáveis guerreiros contra o crime e contra o mal a busca da ordem e da paz é sempre o nosso ideal”. Ao lermos estes versos podemos enxergar a essência do trabalho policial e o quão é difícil a tarefa diária de se buscar a ordem e a paz, porém independente das mazelas da sociedade que enfrentamos em nossos caminhos, conseguirmos sempre ir em frente, pois: “formamos valentes guerreiros com garra, coragem e paixão”.

Sabemos o quanto é difícil à tarefa de ser aluno da acadepol, mas quem não irá lembrar desta época em que enfrentamos e vencemos todos os obstáculos que havíamos encontrado pela frente, para estarmos aqui hoje, para que possamos contar a nossa história e lembrar deste tempo que com certeza ficará sempre na memória de todos. Pois não devemos nos enganar, é desde a época em que somos alunos da Academia de Polícia Civil que já somos policiais, pois é como disse um policial que sempre honrou as atividades desta Acadepol: “Somos fortes guerreiros com um ideal, já fazemos parte da família policial” já que as dificuldades já começam ali, mesmo antes de nos formarmos e exercermos a nossa profissão. O trabalho começa antes do que possamos imaginar!

Se a acadepol conseguiu sucesso no seu intento de formar pessoas que trabalham em prol de uma sociedade justa, ordeira e pacífica, podemos sempre ir adiante, pois assim podemos avançar e ir em frente, afinal: Avente, avente, avente, pois no sublime torrão rondoniense um estandarte tremula viril, defendendo a sociedade a nossa Polícia Civil. É assim que definiu um poeta e é assim que somos: como sentinelas avançadas e destemidos pioneiros, pois quem diz que não somos heróis não sabe o que é ser policial e também sabe pelo o que passamos para desempenhar as nossas funções com lealdade e exação.

Enfim – Teórica e prática, a superação é nossa rotina, crescer e aprender é tornar-mos mais fortes e buscar a perfeição.

A Academia de Polícia Civil do Estado de Rondônia deseja a todos os policiais civis que continuem trilhando um caminho de muito sucesso e felicidade e que obtenham êxito em todos os seus objetivos, alegrias e conquistas e que continuem engrandecendo o nossa Instituição da forma que sempre fizeram.

Fonte: PCRO

Sobre o Autor