Polícia Civil do Maranhão, Rondônia e Mato Grosso investigam e prendem suspeito de homicídio.

A Polícia Civil em Porto Velho, através da 3ªDP, participou das investigações que culminaram na localização e prisão de Clemilson Matias de Sousa. Ele é suspeito de assassinar, em 2007, Francisca Souza Santos, de 38 anos, em São Luís, capital do Maranhão.

Em junho deste ano a Polícia Civil de Rondônia foi acionada para auxiliar no caso, devido a notícia de que Clemilson estaria em Rondônia.

Após ser acionada, a 3ªDP iniciou investigações, sob o comando do Delegado de Polícia Nestor Romazini, na tentativa de localizar o suspeito, descobrindo que Clemilson havia morado em Porto Velho entre os anos de 2012 e 2015, onde trabalhou nas obras das Usinas de Jirau e Santo Antônio, contudo não se encontrava mais no município.

Na sequência das investigações novas informações obtidas pela Polícia Civil de Rondônia indicaram que Clemilson havia se mudado para o Mato Grosso, onde estaria trabalhando na obra da Usina São Manoel, na divisa com o estado do Pará. Referidas informações foram encaminhadas de imediato.

Uma equipe da Polícia Civil em Alta Floresta/MT efetuou nos pesquisas e diligências que localizaram Clemilson, cumprindo o mandado de prisão expedido no processo 26071-42.2007.8.10.0001, da 2ª Vara do Tribunal do Júri de São Luís/MA, além de autuar em flagrante pelo uso de documento falso.

Segundo o apurado Clemilson já se apresentava como Bernardo Clésio Matias de Sousa, assinando contratos e documentos mediante uso de carteira de identidade falsa.

A Polícia Civil em Porto Velho instaurou o IP 051/2016/3DP, para investigar falsidade ideológica e uso de documento falso, pois se verificou que mesmo em Rondônia Clemilson já usava o nome e documentos como Bernardo.

Neste sentido as imagens são divulgadas visando auxiliar as investigações. No caso de reconhecimento, vítima ou testemunha devem se dirigir até a 3ªDP da capital ou Delegacia de Polícia onde tramita seu caso.

Sobre 86034812100