PC INCINERA QUASE 250Kg DE ENTORPECENTES

Polícia Civil incinera quase 250Kg de entorpecentes e insumos

“Os entorpecentes provém de apreensões feitas pela Polícia Civil nos primeiros três meses de 2013″.

Ás 8h e 30min da manhã do dia 21 de março de 2013, a Polícia Civil por meio do Departamento de Narcóticos -DENARC- realizou a primeira incineração de entorpecentes deste ano em Porto Velho.

De 1º de Janeiro até meados de março de 2013 foram apreendidos 247,404,21 Kg (duzentos e quarenta e sete quilos, quatrocentos e quatro gramas e vinte e um decigramas) de maconha, cocaína e substâncias químicas utilizadas para o refino de substâncias entorpecentes.

A incineração foi feita em fornalhas de em uma empresa de cerâmicas, cujo proprietário gentilmente cedeu o uso para a destruição total do material.

Testemunharam a incineração o secretário de Segurança Pública, Marcelo Bessa, o diretor executivo da Polícia Civil, Osmar Luiz Casa, o então diretor do DENARC, João de Deus Pires, demais autoridades policiais, peritos criminais, policiais civis e membros da imprensa local.

Autoridades presentes e o material a ser incinerado.

“As apreensões de drogas pelas polícias civil e militar triplicaram no ano de 2012, o que demonstra o empenho dos nossos policiais no combate ao narcotráfico. Não se trata somente da prevenção e repressão a esses crimes, mas, também, a toda gama de delitos que ele fomenta, como os homicídios, roubos, furtos, lesões corporais, acidentes de trânsito, dentre outros. A meta é aumentar os investimentos em pessoal e logística para que trabalho seja intensificado”, disse Bessa.

Na ocasião, Osmar Casa elogiou a capacidade e competência dos policiais civis do DENARC, que apreenderam em 2012 quase duas toneladas de entorpecentes, após bem sucedidas investigações e também reconheceu o alto desempenho que eles obtiveram nos primeiros três meses de 2013, tirando de circulação quase 250Kg de entorpecentes, além de várias pessoas envolvidas com o tráfico de drogas na capital, cumprindo sua missão de proteger a saúde pública e promover a segurança da população.

 

Fonte:ASCOM/PC/RO

Fotos: Polícia Civil

Sobre ASCOM